PUBLICIDADE


STF realiza audiência pública para discutir o aborto antes de julgamento

Supremo Tribunal Federal ouvirá médicos, religiosos e movimentos para estar melhor preparado para julgar a ação protocolada pelo PSOL que pede o direito de a mulher interromper a gravidez até a 12ª semana

- Publicado no dia
(Foto: Nelson Jr./SCO/STF. Sessão plenária do STF)

O Supremo Tribunal Federal realiza nesta sexta-feira (3) e na próxima segunda-feira (6) uma audiência pública para discutir o aborto. Serão ouvidas lideranças e movimentos favoráveis e contrários ao direito da interrupção da gravidez até a 12ª semana de gestação. [1]

A iniciativa, que será presidida pela ministra Rosa Weber, surge pouco antes de o Supremo Tribunal Federal colocar em pauta a ação do PSOL que pede a liberação do aborto.


PUBLICIDADE


De acordo com informações publicadas no portal G1, Weber – que é relatora do processo – ponderou que foi importante convocar uma audiência por ser um tema jurídico “sensível e delicado”, envolvendo “razões de ordem ética, moral, religiosa e saúde pública”.

Depois da audiência pública, a ministra preparará o seu relatório e irá liberar o processo para julgamento.

E você, é favorável ao direito de a mulher interromper a gravidez até à 12ª semana de gestação? Vote na enquete abaixo, que ficará no ar até a próxima sexta-feira (10):

Você é favorável ao direito de a mulher interromper a gravidez até à 12ª semana de gestação?

    Não (76%, 83 Votos)
    Sim (20%, 22 Votos)
    Não tenho opinião formada (4%, 4 Votos)

Total de Participantes: 109

Carregando ... Carregando ...
★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.