PUBLICIDADE


Liderança libertária da Guatemala nega apoio a Bolsonaro e elogia NOVO

Influenciadora e comunicadora guatemalteca Glória Alvarez faz sucesso na internet e disse que ficou sabendo que circulam vídeos no Whatsapp que a associam com Bolsonaro

- Publicado no dia
Foto: Divulgação

A radialista guatemalteca Gloria Alvarez, reconhecida liderança da América Latina, negou em vídeo publicado na manhã desta quinta-feira (2) que endosse a candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da República no Brasil. [1]

Segundo a comunicadora, que já palestrou no Fórum da Liberdade, ela ficou sabendo que existem vídeos editados que circulam no Whatsapp que a associam com o PSL.

Definindo-se com libertária, Alvarez ponderou que defende a liberdadade econômica absoluta assim como as liberdades individuais e chamou Bolsonaro de “homofóbico”. Ela também fez questão de frisar que tem diferenças com conservadores.


PUBLICIDADE


Ao fim, elogiou o Partido Novo e frisou que já teve oportunidade de conversar com algumas lideranças da legenda, como João Amoêdo. Segundo ela, são pessoas que “não precisam levar assessores que entendem de economia” para falar do assunto.

Amoêdo agradece o apoio

Horas mais tarde da publicação do vídeo, Amoêdo agradeceu em sua página no Facebook o apoio de Glória Alvarez. Ele afirmou ter ficado “muito feliz” com o endosso. [2]

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Leia também:  Deputado do PSL pede que STF informe quando será julgamento do voto impresso

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.