PUBLICIDADE


Propaganda do NOVO conecta Bolsonaro a Lula no grupo da ‘velha política’

Partido Novo divulgou e impulsionou novo filme publicitário em suas redes sociais visando diferenciar João Amoêdo como o único pré-candidato à presidência não ligado à velha política

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Facebook

O Partido Novo divulgou na tarde desta quarta-feira (25) mais um filme publicitário para ser impulsionado em suas redes sociais divulgando a pré-candidatura de João Amoêdo à presidência da República.

Com duração de 30 segundos, o partido buscou criar conexões entre os principais pré-candidatos já anunciados visando rotulá-los todos na velha política. O primeiro a ser citado foi Jair Bolsonaro (PSL) e o último o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), hoje preso por corrupção e pré-candidato pelo PT.


PUBLICIDADE



“Bolsonaro, que era aliado do Valdemar, que é da base do governo Temer, que é aliado do Meirelles, que já foi do partido do Alckmin, que é aliado do Maia, que fez acordo com Álvaro, que já foi do partido do Ciro, que queria uma chapa com a Marina, que era do partido do Lula, que está preso por corrupção. Só um presidenciável não tem nada a ver com a velha política”, diz o vídeo, seguido da foto colorida e o logotipo animado de João Amoêdo.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Leia também:  Clube Militar declara endosso às manifestações pró-governo

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.