fbpx
PUBLICIDADE


Janaína Paschoal considerou ‘soco na cara’ comparação com Ustra

Advogada autora do pedido de impeachment e apoiadora da candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da República não gostou de comparação com o coronel Brilhante Ustra feita por Eduardo Bolsonaro

- Publicado no dia
Janaína Paschoal (Foto: Reprodução / O Globo)

Quem julgava que Janaína Paschoal, ao endossar a candidatura de Jair Bolsonaro e ter sido convidada a ser sua vice, estava 100% de acordo com os posicionamentos do parlamentar, certamente está se surpreendendo. [1][2]

Após dizer que “não tem fidelidade a Jair Bolsonaro e sim ao Brasil” na convenção nacional que lançou o deputado ao Palácio do Planalto neste domingo (22), a jurista afirmou em rádio que considerou “um soco na cara” uma comparação feita por Eduardo Bolsonaro no evento.


PUBLICIDADE



Na ocasião, o filho de Jair Bolsonaro comparou Janaína Paschoal ao coronel Brilhante Ustra, que foi o chefe do DOI-CODI de São Paulo, onde foram relatados diversos casos de tortura durante o regime militar. Pelo contexto, o também deputado deu a entender que Janaína sofria o risco de, no futuro, ter sua reputação manchada do mesmo jeito que Ustra, em tese, teve.

Apesar de não ter gostado da comparação – provavelmente por não concordar que as acusações que pairam em cima de Ustra sejam injustas – Janaína afirmou que procurou entender aquilo como se fosse um elogio para os parâmetros do deputado.

“O meu sentimento ali foi de um soco na cara. Só que eu tenho que ter a clareza de compreender que a intenção do deputado não foi essa”, disse.

+ Olavo de Carvalho pede que Bolsonaro ‘ponha para fora’ Janaína Paschoal

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.