PUBLICIDADE


Olavo de Carvalho pede que Bolsonaro ‘ponha para fora’ Janaína Paschoal

Filósofo reagiu nas redes sociais contra discurso de Janaína Paschoal na convenção que lançou Bolsonaro formalmente como candidato à presidência; Constantino criticou comentários

- Publicado no dia
Foto: Reprodução

O discurso da advogada Janaína Paschoal pedindo tolerância e diálogo com pensamento divergentes na convenção que lançou Jair Bolsonaro (PSL) à presidência da República neste domingo (22) foi destaque nos principais veículos jornalísticos do país. A fala, porém, não agradou o filósofo Olavo de Carvalho, que criticou nesta segunda-feira (23) a jurista nas redes sociais.

Considerado uma das principais referências intelectuais da família Bolsonaro e, certamente, uma das personalidades mais influentes da nova direita brasileira, Carvalho – que apoia Bolsonaro ao Planalto – foi direto e pediu que o pré-candidato “ponha a Janaína para fora”. Uma referência ao convite feito pelo deputado à autora do impeachment contra Dilma Rousseff para que ela assumisse o posto como candidata a vice. [1]


PUBLICIDADE



Em outro post, o filósofo disse que Janaína “foi aquela que vendeu (ou deu de graça) o movimento popular de 2015 aos tucanos” e que “agora quer fazer o mesmo com a candidatura Bolsonaro”. Ele afirmou ainda que a jurista e professora da USP não serve “nem para vice-presidente de clube de futebol”. [2][3]

Reações

O economista Rodrigo Constantino, presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Liberal, aproveitou a situação para voltar a criticar a reação de Olavo e de seus seguidores. [4]

“É exatamente essa postura tribal fanática e de seita fechada, de gente incapaz de pensar por conta própria, que a advogada denunciou em seu discurso”, disse Constantino, complementando ainda que “resta saber se Bolsonaro vai se alinhar à frota reacionária ou às pessoas de bem, com suas divergências saudáveis dentro de um viés liberal-conservador, que querem ajudar de fato o Brasil”.

Confira abaixo o discurso completo de Janaína Paschoal:

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Leia também:  Deputada Janaina Paschoal, do PSL, critica Bolsonaro e atos do dia 26
Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.