PUBLICIDADE


Candidato antibolivariano e contra acordo com as FARC vence na Colômbia

Novo mandatário colombiano tem apoio do ex-presidente Álvaro Uribe, é ex-roqueiro e está eleito para cumprir um mandato de quatro anos

- Publicado no dia
Iván Duque (Foto: Reprodução / El País)

Neste domingo (17), enquanto o mundo assistia aos jogos da Copa, a Colômbia conheceu seu novo presidente. O candidato do Centro Democrático, Iván Duque, apoiado pelo ex-presidente Álvaro Uribe, venceu com mais de 8,7 milhões de votos – 53,97% do total, contra 41,81% de Gustavo Petro, que concorria pelo Colômbia Humana. [1]

“Quero agradecer a Deus e ao povo colombiano, porque uma nova geração chega para governar com todos e para todos, com a maior votação na história do nosso país”, afirmou Duque ao saber do resultado. Nascido em Bogotá, capital da Colômbia, o novo presidente é ex-roqueiro e tem formação em direito com pós-graduação nos Estados Unidos. Iván se notabilizou por ser, como senador, contrário ao acordo com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia que transformou o grupo em partido, embora tenha afirmado ao El País que o acordo é irreversível.

O presidente também é abertamente contrário ao bolivarianismo e ao chavismo e chegou a dizer que não permitiria que a Colômbia se transformasse em uma “nova Venezuela”. Duque defendeu em sua campanha o incentivo à economia criativa, disse que “talvez” seja “mais liberal” que o aliado Uribe “em alguns temas relacionados a liberdades individuais” e, segundo o G1, defendeu a promoção da igualdade de gênero na zona rural, com o “empoderamento” das mulheres do campo. [2] [3]


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.