PUBLICIDADE


Kim Kataguiri revela próximos passos na luta contra o STF pelo voto impresso

O pré-candidato ligado ao MBL informou que o movimento se somará a outros ativistas para levar adiante a batalha pelas vias judiciais contra a decisão do STF

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / O Tempo)

Liderança do Movimento Brasil Livre e pré-candidato a deputado federal, Kim Kataguiri divulgou nesta terça-feira (12) um vídeo sobre a questão do voto impresso, derrubado pelo Supremo Tribunal Federal para as eleições de 2018. Kim afirmou que o MBL está tomando parte em novas iniciativas para desafiar a situação estabelecida e virar o jogo.

Ele começou lembrando que o MBL participou das pressões para que o projeto do voto impresso fosse aprovado e ressaltou que foi, de gabinete em gabinete, na Câmara dos Deputados. Kim então mostrou um documento que elenca requisitos que a urna eletrônica não cumpre e acusou a medida do STF de ser inconstitucional e ilegal.

“O pessoal aqui de Brasília está se articulando para entrar com um mandado de segurança, justamente nessa ação que correu no STF, e o MBL pretende entrar como amicus curiae, amigo da corte, para a gente estar lá no Supremo defendendo o voto impresso e levando à frente todos os argumentos”, afirmou. Confira o vídeo:


PUBLICIDADE


★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.