fbpx
PUBLICIDADE

‘Não é de direita quem quer ver o circo pegar fogo’, diz Constantino

Presidente do conselho deliberativo do Instituto Liberal publicou um desabafo nas redes sociais neste sábado contra apoiadores da greve que acham que são de direita
Foto: Divulgação / Band

Foto: Divulgação / Band

O analista político Rodrigo Constantino, presidente do conselho deliberativo do Instituto Liberal, publicou uma dura crítica neste sábado (26) a pessoas que se identificam como sendo de direita e, ao mesmo tempo, seguem apoiando os atos dos caminhoneiros.

“Não é conservador quem aposta na quebra institucional e na revolução pelo caos; não é de direita, ao menos não de boa estirpe, quem quer ver o circo pegar fogo pois ‘pior que tá não fica’; não é liberal quem pede governo definindo preço de produtos na canetada”, disse.

Parte dos caminhoneiros, como já noticiado pelo Boletim da Liberdade, chegou a colocar como uma de suas reivindicações a deposição do presidente da República, do Senado Federal e do Supremo Tribunal Federal e a pedir uma intervenção militar.





Economista de formação, Constantino também afirmou que “não é defensor de princípios quem usa o argumento petista de que a vida está dura para justificar crimes; e jamais será estadista quem, de forma oportunista, aproveita esse clima para insuflar as massas e tirar casquinha eleitoral de uma greve”, em provável referência a Jair Bolsonaro, que apoiou as paralisações.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama