fbpx
PUBLICIDADE

Grupo em defesa da legalização cria e-commerce de maconha: entenda

Grupo cria página que simula venda de maconha e produtos derivados para conscientizar sobre a importância da legalização: 'Sem tiro, sem hipocrisia!' diz a página
Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Um grupo de apoiadores da legalização da maconha no Brasil criou uma ação publicitária criativa e barata: o desenvolvimento de um e-commerce de maconha com o domínio “compremaconha.com”. Tudo, claro, não passou de uma provocação.

PUBLICIDADE

No site, que lembra as principais lojas online do país, diversas subespécies de maconha aparecem como disponíveis à venda, acompanhadas dos respectivos preços. Nas categorias de produtos, existem também possibilidades de compra de sementes, tratamentos, concentrados e comestíveis. Há ainda um aviso que a venda é apenas para maiores.

Quando aperta em “comprar”, porém, o internauta é levado a uma página que explica a brincadeira. “Atenção: sua compra foi cancelada. Infelizmente a maconha ainda não está legalizada no Brasil!”.

PUBLICIDADE

Ao fim, o site convida as pessoas a deixarem seus endereços de e-mail para se informarem sobre as marchas Brasil afora e explica que os preços dispostos no site são “similares aos que seriam praticados no Brasil” se a exploração comercial fosse permitida.

Confira agora mesmo o site pelo seguinte link: www.compremaconha.com

Foto: Reprodução

 

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama