fbpx
PUBLICIDADE


Aprovação no processo seletivo ainda não é liberação, explica presidente do NOVO

Moises Jardim esclareceu que, no estatuto, nada impedia que Leandro Lyra participasse do processo seletivo, mas o vereador ainda precisará ser ‘liberado’ para concorrer novamente as eleições – o que ainda não ocorreu

- Publicado no dia
Moisés Jardim é presidente do NOVO (Foto: Reprodução/Facebook)

Boletim da Liberdade noticiou na noite desta sexta-feira (7) que o NOVO havia permitido uma nova candidatura do vereador Leandro Lyra para as eleições desse ano. A matéria foi feita com base no fato de que o parlamentar foi listado como um dos aprovados do processo seletivo e, por isso, já constar no rol de pré-candidatos do site do partido. O presidente da legenda, no entanto, esclareceu ao Boletim que a aprovação no processo seletivo ainda não se traduz em “liberação”.

Segundo Moisés Jardim, Lyra “somente foi aprovado no processo seletivo e não houve até agora nenhuma autorização dos diretórios para que ele tenha seu nome indicado nas convenções que definirão os candidatos para 2018”. O presidente do NOVO ressaltou também que não havia nenhuma previsão em estatuto que impedisse Lyra de “participar do processo seletivo e ter sua aprovação”.


PUBLICIDADE



Lyra é o primeiro político eleito pela legenda no Rio de Janeiro e, se eleito para deputado federal, precisaria renunciar seu primeiro mandato na Câmara de Vereadores da cidade. A medida desagrada parte dos filiados.

Segundo Jardim, “a liberação por parte dos diretórios é outro passo e é isto que está sendo discutido agora” e que o Diretório Nacional “aguarda posicionamento do Diretório Municipal e Estadual” do NOVO para se manifestar. “Temos interesse em resolver rapidamente esta questão”, pontuou.

Levando em consideração essa nova informação, o Boletim da Liberdade editará a publicação original adicionando a resposta do NOVO.

Leandro Lyra (terceiro, da esquerda para a direita), equipe e convidados na posse do parlamentar em 2017 na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)
★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.