fbpx
PUBLICIDADE


Onda liberal? Alckmin já fala em privatizar Petrobras e Caixa

Em entrevista ao programa ‘Canal Livre’, governador afirmou que poderia privatizar a estatal de petróleo desde que fosse discutida a “modelagem” do novo negócio; privatizações teriam início, porém, por outra empresa

- Publicado no dia
O governador Geraldo Alckmin é pré-candidato do PSDB à presidência da república (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

Pré-candidato à presidência da república pelo PSDB, Geraldo Alckmin já não esconde as tonalidades liberais que pretende imprimir à sua campanha. Tendo como principal conselheiro econômico o economista Pérsio Arida (um dos idealizadores do Plano Real e ex-CEO do BTG Pactual), o governador de São Paulo adiantou na noite deste domingo (26) em entrevista na televisão que é favorável à privatização da Petrobras.


PUBLICIDADE



Participando do programa “Canal Livre”, exibido na TV Bandeirantes, Alckmin explicou que aceitaria a privatização da empresa desde que fosse discutida a “modelagem” do negócio. Questionado pelos entrevistadores se havia mudado de discurso desde quando concorreu em 2006, o tucano explicou que, na época, Lula o acusava de querer privatizar o Banco do Brasil. “Não iria e nem irei. Mas apoio a privatização em alguns momentos porque o estado não tem de ser empresário”, disse. [1]

O jornal Folha de S. Paulo, por sua vez, publicou nesta segunda-feira (26) que a equipe de Alckmin já estaria elaborando uma listagem de empresas a serem privatizadas caso vença. Embora o Banco do Brasil esteja fora dessa listagem, outro banco público encabeçaria a lista das empresas a serem privatizadas: a Caixa Econômica Federal. [2]

+ Alckmin diz em evento do ‘PSDB Esquerda Pra Valer’ que liberalismo completo é a incivilização

+ Alckmin diz que Lula é de extrema-direita

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liebrdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.