fbpx
PUBLICIDADE


Colunista do ILISP publica lista de 15 perguntas para pré-candidatos liberais

O artista plástico João César de Melo mais uma vez adotou um tom crítico e propôs uma série de questionamentos para os pré-candidatos liberais

- Publicado no dia
João César de Melo (Foto: Reprodução / Catraca Livre)

O artista plástico João César de Melo, colunista do Instituto Liberal de São Paulo, já havia enviado um recado crítico ao pré-candidato do Partido Novo, João Amoedo, afirmando que ele precisaria saber estimular “o voto das pessoas comuns”. Em artigo publicado no último dia 19, ele resolveu ir além: colocou todos os nomes que vêm sendo ventilados no espectro do liberalismo, como o empresário Flávio Rocha, contra a parede. [1]

Segundo João, o artigo foi motivado pela consulta que um membro do Partido Novo lhe fez há algumas semanas. “Queria me conhecer. Conversar comigo”, afirmou. “Resumindo, ele disse que não tinha posição definida sobre porte de arma, que o cristianismo é uma grande desgraça da sociedade e que respeita o socialista fabiano Geraldo Alckmin. Voltei para casa com uma pergunta na cabeça: esse é o tipo de liberal que está preenchendo os partidos que se dizem liberais?”


PUBLICIDADE



Com o propósito de esclarecer essa dúvida, ele redigiu o texto “15 perguntas para Flávio Rocha, João Amoêdo e outros pré-candidatos liberais”, buscando entender melhor o que passa pela cabeça de todos esses nomes. As perguntas incluem uma dúvida sobre a intenção de privatizar o BNDES e as empresas estatais, medidas a serem tomadas para reduzir a burocracia e o fechamento da economia, o tráfico de drogas, a segurança pública, o financiamento estatal à cultura, a relação com o MST e até os programas assistencialistas. Será que responderão?

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.