fbpx
PUBLICIDADE


Roberto Motta rebate Jean Wyllys sobre intervenção: ‘desconhecimento básico’

Deputado Jean Wyllys havia dito que a legalização das drogas seria mais eficaz no combate à violência do Rio que a intervenção federal

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Youtube)

O Boletim publicou nesta quinta-feira (22) a manifestação do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) a respeito da intervenção federal na segurança pública do Rio. O parlamentar afirmou que a legalização das drogas seria mais eficaz do que a medida tomada pelo governo Temer.

O ativista de segurança pública Roberto Motta, ligado ao Movimento Brasil Livre, não concorda com a tese de Wyllys. Ele enviou uma nota exclusiva para o site rebatendo a argumentação do parlamentar. Confira na íntegra:


PUBLICIDADE



O nobre deputado demonstra, mais uma vez, desconhecimento básico sobre segurança pública. Os traficantes de drogas estão no tráfico não porque ele é ilegal, mas porque eles são criminosos, e não se importam em usar violência ou quaisquer outros meios para conseguir o que querem. Se o tráfico for legalizado, eles passarão para o sequestro. Se o sequestro se mostrar difícil, eles irão assaltar bancos.

O criminoso é uma pessoa sem barreiras morais e sem nenhum limite. Imaginar que a legalização do tráfico irá transformar magicamente traficantes em empreendedores ou funcionários exemplares, é má fé ou delírio, provavelmente originado do consumo de alguma ideologia exótica e tóxica. Meu palpite é: socialismo.

No mundo real, já ficou provado que a melhor forma de combater o crime é neutralizar os 20% de criminosos que respondem por 80% dos crimes. No Brasil atual, a raiz de todos os problemas está na legislação penal inacreditavelmente permissiva e leniente. A declaração do deputado Wyllys explica o porquê: essa legislação foi feita por pessoas com a mesma combinação de desinformação, má fé e ideologia demonstradas por ele.

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.