fbpx
PUBLICIDADE


Dep. Alberto Fraga faz declaração contrária à liberdade de portar armas

Uma das principais lideranças no Congresso em favor da flexibilização do estatuto do desarmamento, parlamentar declarou ao jornal ‘O Globo’ que é contrário à liberdade de o indivíduo portar armas na rua

- Publicado no dia
Foto: Wikimedia

Uma das principais lideranças do projeto que quer flexibilizar as normas do armamento civil no Brasil, o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) declarou ao jornal O Globo  nesta quarta-feira (21) que “defende que só o policial use arma na rua”. A declaração vai na contramão daqueles que desejam liberdade mais ampla aos cidadãos, inclusive de portarem armas nas ruas. [1]

Ao jornal, Fraga reafirmou que defende o direito da posse de armas: “Em casa, eu não abro mão. Da mesma forma, ninguém pode te proibir de ter um carro. Queremos que seja mantido o direito do cidadão de ter uma arma”, disse. Na prática, a posse já é permitida com a atual legislação, mas a burocracia e a necessidade de se justificar diante da autoridade policial ainda são empecilhos à liberdade individual.


PUBLICIDADE



Como noticiado no último dia 14 pelo Boletim da Liberdade, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pretende dar início a uma série de votações relacionadas à segurança pública nas próximas semanas.

+ Projeto de reforma do Estatuto de Controle de Armas de Fogo tem apoio recorde, analisa Bene Barbosa

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.



Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.