PUBLICIDADE


‘Vamos aproximar o pensamento liberal dos que mais precisam’, prometem lideranças do Livres em artigo

Em artigo para o portal ‘Nexo’, lideranças do Livres projetam cenário para 2018 e antecipam conceitos, projetos e estratégias que o movimento pretende adotar ao longo do ano

- Publicado no dia
Militantes do PSL Livres em ato de “Fora Temer”, no início de 2017 (Foto: Divulgação)

Em artigo para o portal Nexo na última terça-feira (6), o presidente do agora movimento Livres, Paulo Gontijo, e o diretor de comunicação da organização, Mano Ferreira, abordaram o cenário de atuação para 2018. Confira abaixo os principais pontos do texto:

Três conceitos fundamentais: “Entendemos que liberdade individual, participação e transparência são três conceitos fundamentais para qualquer projeto transformador. Tentamos implantá-los na construção de uma renovação orgânica dentro do Partido Social Liberal (PSL), mas esbarramos na velha política.”

Foco do movimento daqui em diante: “Não podemos cruzar os braços e simplesmente esperar que o sistema mude sozinho. Agora que deixamos o PSL e viramos uma associação, vamos nos concentrar em dois eixos: formulação de propostas de políticas públicas e engajamento cívico. Acreditamos que existe uma convergência possível entre as forças renovadoras do país em torno de uma agenda de priorização dos serviços essenciais e do enxugamento da máquina pública. Vamos trabalhar para construir essa agenda.”


PUBLICIDADE


Liberalismo para quem mais precisa: “Vamos aproximar o pensamento liberal dos que mais precisam e, não à toa, ainda têm uma visão paternalista do Estado. Um dos braços para essas ações será o ‘Incuba Livres’. Já tivemos uma experiência bem-sucedida na periferia de Recife, onde capacitamos 109 jovens no desenvolvimento de projetos de empreendedorismo social para gerar impacto em suas comunidades sem depender do governo.”

Estratégia eleitoral: “Em relação às próximas eleições, teremos uma estratégia descentralizada de candidaturas. Temos 14 lideranças bolsistas no RenovaBR, um programa de formação e aceleração política, com rigorosa seleção.”

Leia o artigo na íntegra clicando aqui.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.