fbpx
PUBLICIDADE

Rachel Sheherazade investe contra Bolsonaro e o equipara a Lula

A âncora criou polêmica ao mudar o tom de seus comentários sobre o parlamentar e foi alvo de ataques intensos da militância do possível presidenciável
(Foto: Reprodução / Instagram)
(Foto: Reprodução / Instagram)

Conhecida por suas posições consideradas “à direita”, a jornalista Rachel Sheherazade expressou uma transformação considerável em sua apreciação da figura do deputado Jair Bolsonaro. Depois de tê-lo defendido enfaticamente no caso em que a também deputada Maria do Rosário o acusou de apologia ao estupro, agora a âncora do SBT está investindo em várias publicações de suas redes sociais contra o possível presidenciável. [1]

Tudo começou quando a jornalista fez uma postagem equiparando Bolsonaro ao ex-presidente Lula. Segundo ela, o parlamentar estaria ficando muito parecido com seu oponente.

Depois dessa manifestação inicial de desagrado, Sheherazade recebeu muitos comentários críticos à sua mudança. Muitos leitores falaram em “decepção” e em como a jornalista teria tido “a cabeça feita”. Alguns também acusaram o relacionamento com seu noivo, o procurador Matheus Faria Carneiro, crítico de Bolsonaro e autor de um pedido de impeachment contra o ministro do STF Dias Toffoli, de ser a causa dessas publicações, e dirigiram insultos à jornalista ou a ambos.





Sheherazade não parou por aí. Compartilhou um vídeo do também jornalista Reinaldo Azevedo acompanhado de um comentário em que, dirigindo-se a militantes do deputado Bolsonaro, que chamou de “truculentos da rede”, afirmou que eles deveriam deixar “de ser mixurucas, tontos, bocós e burros”. Mais adiante, em postagem visivelmente alusiva à polêmica, comentou: “Quem está acima das cordas que te arrastam, pobres marionetes?! Os idiotas úteis servem a tiranos de todas as matizes ideológicas”.  [2] [3]

A âncora chegou a ser ainda mais dura, em um comentário que alguns veículos reproduziram, mas não está mais disponível na sua página no momento em que esta matéria é fechada: “Convido os seguidores de Bolsonaro, Lula ou quaisquer outros ‘messias’ a desfazerem amizade e deixar minha página limpa. De nada!”. [4]

Os vazamentos

Alguns militantes de Bolsonaro promoveram uma retaliação considerada questionável e moralmente condenável por influenciadores liberais e conservadores. O próprio Matheus Faria Carneiro denunciou perfis de usuários acusados de divulgar “conteúdo difamatório” e “vazar” conversas privadas dele para constranger o noivo de Rachel. [5]





Alguns influenciadores que comentaram a crise em seus perfis foram o ativista do Movimento Brasil Livre, Eric Balbinus de Abreu, e o editor da Record, Carlos Andreazza. Eles foram bastante duros e acreditam que uma linha moral foi cruzada pela militância de Bolsonaro.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama