fbpx
PUBLICIDADE

Raphaël Lima, ao lado de nomes do IMB, escreve artigo em resposta à polêmica

Texto buscou refutar os argumentos e relações de causalidade utilizadas por Guilherme Moreira em texto que defendeu correlação entre homogeneidade étnico-racial e cultural com igualdade econômica
Foto: Reprodução/IMB
Foto: Reprodução/IMB
PUBLICIDADE

Horas após a publicação, por engano, de um controverso artigo no Instituto Mises Brasil de autoria de Guilherme Moreira na última quarta-feira (20), o IMB decidiu produzir um novo artigo apenas para criticar o primeiro texto. [1].

PUBLICIDADE

De autoria do youtuber Raphäel Lima, do canal Ideias Radicais, em parceria com Helio Beltrão (presidente do IMB), Rodrigo Marinho (conselheiro) e Yago Martins (pastor e especialista do instituto), o novo intitulado Desigualdade e Multiculturalismo buscou refutar os principais argumentos e relações de causalidade trazidas pelo primeiro artigo.

Para Lima, o texto Uma verdade politicamente incorreta sobre a desigualdade, que subentendeu uma correlação entre hegemonia étnico-racial e cultural com a igualdade econômica, foi o “mais trágico descarrilamento argumentativo [já] publicado no Instituto Mises Brasil” e poderia ter vencido, se houvesse, o concurso de “pior artigo do ano”.

PUBLICIDADE

“O autor demonstra implicitamente que não entende Praxeologia, a metodologia fundamental da Escola Austríaca”, escreveu. Em seguida, os especialistas do instituto lembraram Mises: “Existem inúmeras razões para que estatísticas de desigualdade sejam mais altas ou mais baixas, e a crítica feita por Ludwig von Mises ao tratamento estatístico dessas tendências é que é impossível quantificar a ação humana e, portanto, calcular suas consequências na sociedade”.

Ao fim, o IMB fala da verdadeira causa da prosperidade. “E qual a real causa da riqueza? É o capitalismo. É o sistema que defende a propriedade privada, permite o comércio e investimentos e que vem erradicando a pobreza de maneira sistemática. Onde temos liberdade de mercado a riqueza logo segue. Onde o estado é pesado, a estagnação ou retrocesso domina”, diz o artigo.

Leia na íntegra clicando aqui.

+ Publicado por engano, artigo do IMB gera polêmica: confira a íntegra

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?