fbpx
PUBLICIDADE

Ideia legislativa no site do Senado propõe proibição da cobrança de impostos

Iniciativa já colheu quase 12 mil assinaturas e tem até novembro para alcançar 20 mil, quando será debatida pelos senadores; a justificativa do autor da proposta é que "imposto é roubo"
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma proposta inusitada surgiu na seção e-cidadania do site do Senado Federal. Um brasileiro propôs a proibição da cobrança de impostos, justificando que “imposto é roubo” – máxima libertária.

Identificado como Larry Kidkill, o autor faz uma descrição breve sobre o porque da iniciativa: “Assim as pessoas não irão mais serem roubadas, é tão difícil entender?”

A proposta foi divulgada hoje pelo YouTuber Raphael Lima e pelo Instituto Liberal de São Paulo, que disse “apoiar e recomendar” a ideia.





Até o momento da publicação dessa matéria, quase 12 mil pessoas já haviam manifestado apoio ao projeto. A medida precisa coletar ate o dia 22 de novembro cerca de 20 mil assinaturas para ser encaminhada para a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), onde será discutida pelos senadores e receberá um parecer. Se aprovado, pode ser acolhido, virar projeto de lei e ir à plenário para votação dos parlamentares.

Confira aqui a página da proposta no site do Senado Federal.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama