fbpx
PUBLICIDADE

COO do IMB até abril, Geanluca Lorenzon anuncia lançamento de seu primeiro livro

"Ciclos Fatais", prefaciado por Felippe Hermes, do Spotniks, e editado pelo próprio Mises Brasil, estará disponível em eventos como o 30 º Fórum da Liberdade
(Foto: Reprodução / Facebook)
(Foto: Reprodução / Facebook)
PUBLICIDADE

Geanluca Lorenzon, Diretor de Operações que está de saída do Instituto Mises Brasil (ele irá para uma consultoria americana em abril), anunciou em seu Facebook o que definiu como o “fechamento” de sua “carreira (por ora) no âmbito liberal”: o lançamento de seu primeiro livro, editado pelo próprio IMB, Ciclos Fatais – Socialismo e direitos humanos.

PUBLICIDADE

A obra conta com prefácio de Felippe Hermes, editor do Spotniks. Geanluca registrou ainda agradecimentos especiais a Hélio Beltrão, presidente do IMB, “por todo o apoio e incentivo que deu a essa obra”, e também a uma lista de pessoas que lhe deram “suporte técnico e elucidativo”, entre elas Rodrigo Saraiva Marinho, filiado ao PSL e atual diretor de operações da Rede Liberdade.

Lorenzon destacou também que a obra estará disponível comercialmente no começo de abril e em dois eventos: no 30º Fórum da Liberdade (10 e 11 de abril) e na V Conferência de Escola Austríaca (12 e 13 de maio).

PUBLICIDADE

No seu post, ele explica que o livro deixará claro porque “na teoria, e na prática, o socialismo necessariamente acaba em tragédias humanitárias, independente das boas ou más intenções dos governantes”, e trabalhará com a análise econômica dos direitos humanos. Lorenzon destaca que o livro conta com uma teoria completamente nova (Teoria dos Ciclos Humanitários), uma visão de direitos no libertarianismo “e muitos comentários irônicos”.


Atualizado às 11h30 do dia 20/3. Geanluca ainda não deixou o IMB.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?