Grupos jurídicos liberais se reúnem para planejar pautas em conjunto

O objetivo é intensificar o relacionamento entre os diferentes movimentos e grupos para que possam militar estrategicamente por pautas em conjunto

- Publicado no dia
Imagem da conversa online (Foto: Divulgação / Advogados pela Liberdade)
Imagem da conversa online (Foto: Divulgação / Advogados pela Liberdade)

Diferentes grupos jurídicos liberais realizaram uma reunião que pode marcar uma nova fase em sua atuação estratégica pela liberdade no Brasil. A ideia é que todos esses grupos se encontrem, online ou presencialmente, a cada dois meses para definir pautas em comum.

Na primeira reunião, realizada virtualmente, participaram quatro grupos: o Advogados pela Liberdade, do Rio de Janeiro, representado por Mauricio Martins; também do Rio de Janeiro, o grupo Liberalismo Jurídico, representado por Adriel Santana; do Distrito Federal, o JusLiberdade, representado por Pedro Passos; e de Goiânia, o Instituto Liberdade e Justiça, representado por Giuliano Miotto.

No encontro, já foi definida a primeira grande pauta em que os grupos concentrarão seus esforços: o direito de porte de armas para advogados, baseado no fato de que promotores e juízes já têm direito. Os grupos planejam divulgar artigos, posts, enquetes e fazer uso de todos os recursos de comunicação possíveis para difundir a causa. Já está prevista a adesão de mais um grupo jurídico liberal ao projeto de integração: o Advogados Libertários, coordenado por Manolo Salazar.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também