Panorama #14 - Definição dos pré-candidatos a prefeito do NOVO entra na reta final - Coluna Panorama - Boletim da Liberdade

Panorama #14 – Definição dos pré-candidatos a prefeito do NOVO entra na reta final

21.10.2019 07:45

O Partido Novo se planejou para anunciar os escolhidos para disputar as principais prefeituras do país ainda em 2019. A ideia é aproveitar o máximo a pré-campanha – flexibilizada pela lei eleitoral desde 2015 – para queimar a largada e ter mais tempo para difusão dos candidatos, nem sempre conhecidos pelo grande público. Estratégia parecida ocorreu em 2018 na eleição presidencial, com Amoêdo saindo do quase-anonimato no segundo semestre de 2017 para se tornar um dos personagens da eleição mesmo sem participar dos debates.

No Rio

Falando na campanha presidencial de Amoêdo, foi anunciado no último sábado (19) como pré-candidato à prefeitura do Rio o empresário Fred Luz (foto). Ele foi coordenador da campanha do fundador do partido ao Planalto e teve uma história de sucesso na iniciativa privada, tanto como ex-diretor das Lojas Americanas – pupilo orgulhoso de Carlos Alberto Sicupira, a quem alega ter aprendido muito de gestão – como um dos sócios de uma rede de marcas de vestuário, as quais se destacam Salinas e Richards.

Em São Paulo

Na capital paulista, o processo seletivo ainda não teve fim. Com Christian Lohbauer fora do páreo por motivos pessoais, disputam a vaga de pré-candidato pelo NOVO quatro nomes: Filipe Sabará, Diogo da Luz, Claudio Lottenberg e Emerson Kapaz. O mais cotado, segundo fonte ouvida pelo Boletim, é Sabará. Ele, aliás, foi secretário municipal quando João Doria era prefeito de São Paulo e, tornando-se Doria governador, assumiu o Fundo Social do Estado de São Paulo – cargo que deixou em outubro para se concentrar no processo seletivo do NOVO.

Melhor ministro

A revista inglesa GlobalMarkets elegeu o ministro Paulo Guedes, da Economia, como o melhor de todo o mundo. Em 2018, a revista chegou também a condecorar outro brasileiro em sua lista de premiados. Foi Ilan Goldfajn, só que como melhor presidente latino-americano de um banco central. [1A][1B]

Aborto em caso de estupro – 1

Sabe Paulo Kogos, o libertário mais icônico do movimento liberal brasileiro? Em publicação no YouTube, ele fez uma comparação inusitada para criticar quem defende o aborto em caso de estupro. Kogos provocou os seguidores se eles seriam favoráveis que, em 1945, ano em que acabou a Segunda Guerra Mundial, fossem mortas “todas as crianças filhas de mãe francesa com pai militar alemão e nascidas na ocupação nazista na França”. [2]

Aborto em caso de estupro – 2

“Óbvio que não, correto? Mesmo que tenha havido franceses traumatizados com a ocupação alemã e mesmo que essas crianças sejam frutos de uma invasão militar criminosa, certo? Ótimo. Então seja coerente e não defenda aborto em caso de estupro”, disse.

Aborto em caso de estupro – 3

Em artigo publicado em novembro de 2014 pelo Instituto Liberal, o advogado Bernardo Santoro, então presidente da entidade, também comentou o tema. Na ocasião, ele comentou que “os indivíduos concebidos em estupro são a minoria mais odiada do mundo”. “Nenhum Estado democrático moderno possui em seu ordenamento jurídico um sistema de perseguição sobre qualquer minoria, à exceção desta”, citou. O artigo na íntegra encontra-se aqui.

Reforma

Como dito na última semana, a previsão é que a reforma da Previdência seja votada em segundo turno no Senado Federal já nesta terça-feira (22) e a tendência é que ela não retorne mais para a Câmara dos Deputados.

Reforma dos Militares

Falando em Senado, o que se comenta nos corredores é que o relator da reforma especial dos militares seja o senador Arolde de Oliveira, eleito pelo PSD do Rio de Janeiro e dono da MK Music, maior gravadora evangélica do Brasil.

Cartão vermelho

Depois de tantas polêmicas com a utilização do VAR, três deputados federais do Rio de Janeiro se juntaram e estão promovendo uma audiência pública para decidir sobre a utilização da tecnologia durante os jogos de futebol no país. Talvez não saibam que, pelo regulamento da FIFA, política não pode interferir no futebol. A penalidade pode chegar à suspensão da confederação local – no nosso caso, a CBF.

Relatoria na Câmara

Já na Câmara dos Deputados, Paulo Ganime (NOVO/RJ) será o relator da comissão sobre o Ciclo Completo de Polícia, que debaterá o modelo de polícia. Kim Kataguiri (DEM/SP), do MBL, foi eleito 2º vice-presidente do grupo. Nas palavras de Kim, a comissão “irá estudar a adoção, para todas as polícias, da competência legal para investigação”. [3]

Washington DC

Pelo sim ou pelo não, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) seguia tendo até pouco tempo aulas de inglês, relações internacionais e diplomacia para se preparar para uma cada vez mais improvável sabatina no Senado caso o governo insista em nomeá-lo Embaixador nos Estados Unidos. Com a crise no PSL, as chances disso ocorrer são cada vez menores.

PCO critica PSOL por causa de… Mises

Sabe o PCO, o Partido da Causa Operária? Marxista até a raiz dos cabelos, o partido decidiu se manifestar, em nota, contra uma declaração do presidente do PSOL-PE de que o economista Ludwig von Mises, um dos autores mais influentes do movimento liberal, pode ser compatível com Marx. Para o PCO, o pensador liberal seria “fascista”. [4]

Fórum Mackenzie de Liberdade Econômica

A Universidade Mackenzie de São Paulo organiza entre os dias 4 e 6 de novembro o seu III Fórum Mackenzie de Liberdade Econômica. A iniciativa é uma parceria do conservador Acton Institute, think tank norte-americano, com o Centro Mackenzie de Liberdade Econômica, núcleo de pesquisa sobre o assunto na Universidade. Aliás, o Centro Mackenzie, cada vez mais, torna-se uma referência liberal de primeira qualidade no cenário acadêmico brasileiro. O Boletim entrevistou o coordenador do grupo em junho.

Série de eventos liberais

Nas próximas semanas, agenda repleta de eventos de organizações liberais: no próximo sábado (26), Encontro Nacional do NOVO, em São Paulo. No domingo (27), I Conferência do Instituto Liberal, no Rio de Janeiro. Já nos dias 1 e 2 de novembro, em São Paulo, ocorre a LibertyCon Brasil, conferência do Students for Liberty. No mesmo hotel, Maksoud Plaza, entre os dias 2 e 3, ocorre o Encontro Nacional do Livres, exclusivo para associados. Ao fim, entre os dias 15 e 16 de novembro, o 5º Congresso do MBL. Encontro para todos os grupos – e a maioria deles ocorrendo na capital paulista.

Não perca nossas colunas

Receba a Coluna Panorama e outros conteúdos especiais do Boletim da Liberdade direto no seu WhatsApp. Basta clicar aqui e entrar em nosso grupo exclusivo, cujas vagas são limitadas. O Boletim também criou um canal no Telegram.


Fotos: (1) Fred Luz abraça Carmen Migueles, que candidatou-se pelo NOVO à Prefeitura do Rio em 2016. Foto: Reprodução/Facebook. (2) Exército Alemão ocupa França na Segunda Guerra mundial. (3) Foto: Divulgação/Fifa