Vitória do governo Bolsonaro e do povo nas ruas - Octavio Sampaio - Boletim da Liberdade

Vitória do governo Bolsonaro e do povo nas ruas

11.07.2019 08:12

Como já dissemos em nossa coluna da semana passada, ainda que alguns setores da velha política tentem atrapalhar, o governo Bolsonaro avança. A grande vitória da semana é a aprovação da reforma da Previdência, ocorrida ontem, em 1º turno na Câmara dos Deputados, com 379 votos favoráveis. A votação ocorre em dois turnos na Câmara e precisa obter 3/5 dos votos favoráveis, ou seja, pelo menos 308 votos dos 513 deputados.

Tendo em vista o resultado da votação em 1º turno, o governo Bolsonaro certamente sairá vitorioso na votação de 2º turno da Câmara. Após isto, o projeto segue para o Senado, onde também será apreciado em dois turnos, necessitando de 3/5 dos Senadores, equivalendo a 49 votos favoráveis.

Embora o Governo ainda tenha um caminho para trilhar no que tange à reforma da Previdência, tudo indica que seguirá tranquilamente, para surpresa de muitos. Bolsonaro, acusado pela oposição de ser um péssimo articulador, está aprovando uma reforma que tantos governos anteriores tentaram (ainda que com textos diferentes) e não conseguiram.

Como já dissemos em nossa coluna da semana passada, ainda que alguns setores da velha política tentem atrapalhar, o governo Bolsonaro avança. A grande vitória da semana é a aprovação da reforma da Previdência, ocorrida ontem, em 1º turno na Câmara dos Deputados, com 379 votos favoráveis.

A reforma da Previdência é uma pauta que traz desgastes, principalmente com cidadãos menos esclarecidos, que acabam sendo influenciados por Fake News. Existem, por exemplo, as mentiras ditas pela oposição, que afirmam que agora você vai ter que trabalhar até morrer, ou que a aposentadoria simplesmente vai deixar de existir.

Com todos os contratempos, enfrentando Fake News e setores da velha política, Bolsonaro resistiu e lutou pelo que era necessário, cumprindo seu papel como presidente da República, bem como honrando os votos recebidos.

Curiosamente, a votação do impeachment de Dilma, na Câmara dos Deputados, teve 377 votos a favor do impedimento – isto é, apenas dois votos a menos do que a votação ocorrida ontem, na sessão que tratava da reforma da Previdência. As duas votações possuem algo em comum, além dos números: o povo nas ruas, pedindo pelo que era justo e de direito.

Como sempre, ressaltamos que o povo é quem possui a capacidade de dar sustentação ao governo. Se o poder emana do povo, ele deve estar nas ruas demonstrando isso. Tenha certeza de que o fato de você ter se manifestado pesou na cabeça dos deputados e senadores.

Ainda precisaremos sair às ruas muitas vezes e em breve nos veremos novamente, de verde e amarelo, lutando por muitas pautas ainda pendentes, como o pacote anticrime. Que o brasileiro permaneça firme e não abandone o Brasil, pois assim, certamente teremos um Brasil melhor.