O PT contra o Bolsa Família - Colunas - Boletim da Liberdade

O PT contra o Bolsa Família

06.06.2019 08:30

Ontem (05), a Comissão Mista de Orçamento do Congresso discutia o PLN 4, projeto que visa à autorização para um crédito suplementar de 248, 9 bilhões de reais. No entanto, após manobras da oposição, a reunião foi suspensa, impedindo que a matéria fosse votada. A aprovação do crédito suplementar é urgente e necessária, tendo em vista a triste situação fiscal do Brasil, que impede o governo de arcar com os gastos correntes já no presente ano.

Segundo o Ministro Paulo Guedes, dos 248, 9 bilhões de reais, cerca de 100 bilhões seriam destinados a pagar dívidas da Previdência. O crédito também é de extrema importância para que programas sociais, como o Bolsa Família, possam ser pagos.

O PT, partido que tanto exalta a necessidade do Bolsa Família em período eleitoral, já havia deixado claro que iria obstruir a votação. “O governo não quer aprovar o PLN 4. Se quisesse, no mínimo, procuraria as bancadas para dialogar. Apostam na estratégia do caos”, disse o Deputado Paulo Pimenta, líder do PT.

Ora, o que Paulo Pimenta queria em um diálogo com Bolsonaro? O que falta entender para a aprovação de um crédito que permite o pagamento do Bolsa Família? Parece-nos que os interesses do deputado do PT, em uma eventual conversa com o governo, seriam bem obscuros.

Já conhecemos a “índole” do Partido dos Trabalhadores. A maldade de seus representantes não tem limite. Não importa se o Governo Bolsonaro está trazendo melhorias ou beneficiando os mais pobres, eles sempre irão na mão contrária, por ideologia e poder. O mesmo vale para todos os demais partidos de esquerda.

Já conhecemos a “índole” do Partido dos Trabalhadores. A maldade de seus representantes não tem limite. Não importa se o Governo Bolsonaro está trazendo melhorias ou beneficiando os mais pobres, eles sempre irão na mão contrária, por ideologia e poder. O mesmo vale para todos os demais partidos de esquerda.

Podemos afirmar que a “justiça social” dos socialistas é pura balela. Não há, por parte deles, nenhuma preocupação com o povo, muito menos em relação aos mais pobres. Toda aquela conversa fiada, durante as campanhas eleitorais, de que outros candidatos “acabariam com o Bolsa Família”, sempre foi puro terror para vencer as eleições. Sempre utilizaram a tática de colocar medo na população, com mentiras, visando a vencer o pleito eleitoral.

Agora, mais do que nunca, fica claro e evidente que, quando o PT fala em Bolsa Família, sua única preocupação é fazer o povo de bobo, utilizando o benefício como móvel para o “voto de cabresto”. Devemos sempre alertar: cuidado com a “justiça social” e a suposta generosidade da esquerda. O que importa para eles é apenas o poder. O PT não está com o Brasil e nunca esteve.