VOLTE PARA O BOLETIM DA LIBERDADE


Texto enviado por Sergio Moura, assinante do Boletim:

"Políticos ignoram educação de qualidade para todos"

- Publicado no dia
Escola em Alagoas (Foto: Pei Fon/ Secom Maceió)

65 milhões de brasileiros são analfabetos funcionais! Editorial do Estadão de 20/5/18, A Educação no País, conclui, pelos dados da PNAD 2017, que “… 41% da população adulta é analfabeta funcional. São pessoas que sabem escrever o nome, mas não conseguem ler e compreender manuais…”.

É uma França! Já se imaginou na França cercado de analfabetos funcionais?

A maioria dessas pessoas está condenada à pobreza e elas passarão pela vida sem deixar qualquer legado – talvez só filhos também pobres –, como acontece com 480 mil pessoas que aqui morrem anualmente. Uma atrocidade.

O mais triste é que o assunto acaba no preparo e na divulgação da PNAD. Talvez algum político diga “que horror!”, mas fica nisso. Eles, e elas, responsáveis por resolver o problema, saem de fininho, e prometem “mais e melhor educação” no futuro, que nunca chega.

Porquê? Porque o problema principal não é a educação em si, o problema é haver dinheiro para fornecer educação de qualidade a todos. Isto custa U$690 bi por ano, de acordo com nossa população e os padrões que os membros mais desenvolvidos da OCDE praticam. E governo e famílias aqui gastam menos de U$100 bi por ano, porque não têm mais. Sem dinheiro, sem educação.

A solução para educação de qualidade para todos, então, é criar um ambiente em que muitos investidores queiram arriscar seu capital na busca do lucro e ofereçam bons empregos para todos. Coisa que nossa Constituição e nossas leis proíbem. Ou se muda isso ou esqueçamos educação de qualidade para todos.


*Sergio Moura é autor do livro Podemos ser prósperos – se os políticos deixarem.

**Artigo escrito pelo assinante. Não necessariamente reproduz a visão dos editores do Boletim da Liberdade.


ATENÇÃO: O artigo acima é de autoria autodeclarada de Sergio Moura , assinante do Boletim da Liberdade no período de sua publicação. Ao enviar o artigo para este blog, o autor aceitou o regulamento onde assume a responsabilidade pelas suas considerações de forma individualizada. A opinião acima exposta, portanto, não necessariamente reflete o posicionamento editorial do Boletim da Liberdade. Caso você ou a sua organização tenham sido citados direta ou indiretamente, é possível requerer um direito de resposta ao texto pelo e-mail boletimdaliberdade@gmail.com. A solicitação será apurada pelo Boletim da Liberdade.


Notícias do Boletim por e-mail



Seja um assinante você também

Ajuda a manter as atividades do Boletim da Liberdade¹
Recebe um resumo do nosso conteúdo por Whatsapp
Direito a voto no Prêmio Anual Boletim da Liberdade²
Direito de publicar 1 artigo mensal no Blog do Assinante²

Planos a partir de R$ 9,30/mês com Pagamento Trimestral via PagSeguro


¹O direito ao voto é garantido desde que a assinatura esteja em vigor na época da realização da premiação. ²O artigo deverá cumprir os requisitos e princípios no regulamento do programa de assinaturas.