fbpx

Procuradoria do Paraná pede cassação de Moro

Senador Sérgio Moro
O Ministério Público defendeu o acolhimento de parte da ação eleitoral

A Procuradoria Eleitoral do Paraná emitiu nesta quinta-feira (14), um parecer solicitando a cassação do mandato do senador Sérgio Moro (União Brasil-PR). A entidade pede, ainda, a inelegibilidade de Moro por oito anos. O texto alega abuso de poder econômico durante a pré-campanha no ano de 2022. O Ministério Público defendeu o acolhimento de parte da ação eleitoral.

Acusações

O documento foi para o Tribunal Eleitoral do Paraná (TRE-PR) e reúne acusações como prática de abuso de poder econômico, caixa 2, irregularidades em contratos e uso indevido dos meios de comunicação. Pede também a cassação dos suplentes de Moro no Senado, Luís Felipe Cunha e Ricardo Augusto Guerra, que também são acusados.

“O que torna a pré-campanha dos investigados abusiva, in casu, é o investimento vultoso de recursos financeiros realizado para a promoção pessoal, gerando grande visibilidade da pré-campanha, em detrimento dos demais candidatos ao Senado do Paraná”, afirma o parecer.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?