fbpx

Deputados aprovam privatização da Sabesp na Alesp

A oposição derrotada alega que a privatização é inconstitucional e vai recorrer ao STF

Os deputados de São Paulo aprovaram a privatização da Sabesp com 63 votos, nesta quarta-feira (6), Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Nas redes sociais, o governador do estado, Tarcísio de Freitas, elogiou o feito. “Parabéns aos bravos parlamentares que aprovaram a privatização da Sabesp”, disse.

No fim da tarde desta quarta, a sessão foi marcada por uma confusão. Sindicalistas e estudantes de esquerda, que estavam presentes na galeria da Assembleia, tentaram invadir o plenário na tentativa de impedir a votação. Após ação da Polícia Militar, que esvaziou a galeria com spray de pimenta, a sessão teve que ser interrompida. No retorno, o projeto de lei 1501/2023 foi votado sem a presença da oposição que se recusou a votar o projeto.

“Dia histórico para São Paulo! Parabéns aos bravos parlamentares da Alesp que aprovaram a privatização da Sabesp. A coragem com que enfrentaram os ataques dos que não têm argumentos ajudará a construir um legado de universalização do saneamento, de despoluição de mananciais, de aumento da disponibilidade hídrica, de saúde para todos. Vocês estão ajudando a construir um novo futuro!”, comemorou Tarcísio de Freitas.

Por outro lado, a oposição derrotada alega que a privatização é inconstitucional e vai recorrer ao STF. O projeto agora segue para a Câmara da capital paulista para ser avaliada.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?