fbpx

Brasil recebe convite para entrar na Opep+

Críticos ao convite argumentam que o Brasil não depende de outros países no setor petrolífero

O Brasil recebeu um convite para se juntar à Opep+, grupo que reúne exportadores de petróleo do mundo. A adesão permitiria ao país maior diálogo com nações ricas e possibilidade de ampliar negócios. Em nota, na última quinta-feira (30), a Opep+ deu como certa a entrada do Brasil no grupo. A organização realizou reunião ministerial com participação de Silveira.

“A reunião deu as boas-vindas a Sua Excelência Alexandre Silveira de Oliveira, Ministro de Minas e Energia da República Federativa do Brasil, que aderirá à Carta de Cooperação da OPEP+ a partir de janeiro de 2024”, diz a nota.

A Opep, composta por 13 países-membros, decide sobre cortes ou aumento de produção para influenciar o preço do barril de petróleo. Enquanto a Opep+, que o Brasil faria parte, é formada por 10 aliados sem poder de voto. A decisão do governo brasileiro ainda passa por avaliação.

Críticos ao convite argumentam que o Brasil não depende de outros países no setor petrolífero e deve priorizar seus próprios interesses. O Palácio do Planalto disse que o Brasil recebeu o convite durante viagem do presidente Lula à Arábia Saudita.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?