fbpx

Sturzenegger, ex-BC, é um dos nomes para Economia da Argentina

Milei também considerou Luciano Laspina e Luis 'Toto' Caputo para a equipe
Javier Milei economia Argentina
Foto: Tomas Cuesta/Getty Images

Compartilhe

O presidente eleito da Argentina, Javier Milei, avalia para comandar o Ministério da Economia, o ex-presidente do Banco Central Federico Sturzenegger. O economista de 57 anos possui um PhD em Economia pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology) e foi professor nas universidades da Califórnia e Harvard. Na vida pública, Sturzenegger foi secretário de Política Econômica do governo de Domingos Cavallo.

Durante seu mandato no Banco Central da Argentina, Sturzenegger implementou importantes medidas para a Economia, como o fim das restrições cambiais e a introdução do regime de metas de inflação com câmbio flutuante. Ele também é conhecido por ter introduzido os créditos UVA.

Outros nomes mencionados para o cargo incluem Demian Reidel, economista próximo a Sturzenegger, Guillermo Nielsen, ex-presidente da petrolífera YPF, e Luciano Laspina, economista e deputado federal. O presidente eleito Milei expressou sua admiração por Sturzenegger e mencionou que consideraria a inclusão de Luis ‘Toto’ Caputo e Luciano Laspina em sua equipe ministerial.

Leia também:  Banco Central alerta sobre financiamento terrorista por parte do Irã

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?