fbpx

Governo lança campanha “Brasil Sem Misoginia” no dia em que Lula demite presidente da Caixa

Serrano foi demitida para Lula dar cargo ao Centrão
Brasil sem Misoginia
Foto: Ricardo Stuckert/PR

Compartilhe

O Ministério das Mulheres lançou a campanha “Brasil Sem Misoginia” no mesmo dia em que o presidente Lula demitiu Rita Serrano do cargo de presidente da Caixa Econômica. A ex-presidente assumiu o banco no início do terceiro mandato de Lula e foi substituída por Carlos Vieira Fernandes. Mesmo nome que já ocupou cargos em ministérios “do Centrão”, em anos anteriores. Fernandes é indicação do Centrão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

“Ser mulher em espaços de poder é algo sempre desafiador. Não foi fácil ver meu nome exposto durante meses à fio na imprensa. Espero deixar como legado a mensagem de que é preciso enfrentar a misoginia, de que é possível uma empregada de carreira ser presidente de um grande banco e entregar resultados, de que é possível ter um banco público eficiente e íntegro, de que é necessário e urgente pensar em outra forma de fazer política e ter relações humanizadas no trabalho”, disse Rita.

Leia também:  Lula: apenas 10% da população considera administração ótima

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?