fbpx

Diretor iraniano é condenado à prisão por exibir filme em festival

A exibição do filme poderia ser considerada uma propaganda contrária ao regime islâmico

O diretor iraniano Saeed Roustayi recebeu condenação de meses de prisão por exibir seu filme ‘Leila’s Brothers’ no Festival de Cannes em 2022. A trama aborda a jornada de uma família tentando enfrentar crises na cidade de Teerã, capital do Irã. Segundo a mídia do país, a exibição do filme poderia ser uma propaganda contrária ao regime islâmico.

Um tribunal de Teerã condenou o cineasta e o produtor Javad Noruzbegi. A justificativa é que eles estariam contribuindo para a propaganda da oposição contra o sistema islâmico no Irã. Ambos cumprirão nove dias de prisão cada um, com o restante das penas suspensas em cinco anos. Outra parte da punição é a proibição da realização de filmes durante esse período.

Competindo pela Palma de Ouro, o longa conquistou dois prêmios adicionais em Cannes e também foi indicado ao prêmio de Melhor Filme Internacional no Festival de Cinema de Munique.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?