fbpx

CPI do MST aprova convocação do ministro de Lula

Rui Costa será obrigado a comparecer, em data ainda a ser definida
CPI do MST convoca ministro da Casa Civil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Compartilhe

A CPI que investiga o MST aprovou a convocação do ministro da Casa Civil, Rui Costa, pelo placar de 14 votos a 10. Com isso, é obrigatório o comparecimento, mas ainda sem data. “A mesma lógica em que foi convocado o ex-ministro Gonçalves Dias, porque era o chefe imediato da Abin de janeiro a março, se aplica ao ministro Rui Costa que desde a referida data em diante passa a ser o chefe da Abin”, disse Salles.

Kim Kataguiri (UNIÃO/SP) destacou que a convocação é importante pois o MST teria usado as invasões como chantagem para nomear indicados no governo. “É pela Casa Civil que todas as nomeações políticas passam e o que nós temos são indícios de crimes com invasores de terra invadindo a Embrapa, para negociar cargos no governo”, afirmou.

Leia também:  Brasil, Governo Lula x Progresso

Segundo o relator, deputado Ricardo Salles (PL/SP), a justificativa da convocação de Rui Costa é pelo entendimento de que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) monitora a atividade de grupos sem terra. Durante o governo Lula, o órgão esteve subordinado tanto ao GSI, quando ainda estava sob comando de G. Dias, e da Casa Civil.

Nesta décima primeira reunião da CPI do MST, o presidente da sessão Deputado Zucco (REPUBLICANOS), informou que vai pedir a prorrogação da CPI do MST. Ele frisou também que quem estimula e oferece apoio aos invasores de terras públicas em áreas rurais e urbanas serão investigados pela CPI.

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?