fbpx

NOVO abre inscrição para eleições municipais de 2024

Atualmente o partido conta com 2 prefeitos e 29 vereadores em seu quadro
Foto: Reprodução/Partido NOVO
Foto: Reprodução/Partido NOVO

Compartilhe

A partir desta terça (2), o Partido NOVO abre inscrição para quem quer ser candidato nas eleições municipais de 2024. A estratégia para 2024 é diferente de 2020, quando o partido restringiu suas candidaturas a poucas cidades que cumprissem com critérios bastante restritivos. Dessa vez, a direção do NOVO promete que todos os 5568 municípios do Brasil terão oportunidade de ter uma nominata composta por candidatos do NOVO.

A pré-inscrição para processo de seleção já está aberta no site do partido. Quem planeja se candidatar pode registrar o interesse em participar do pleito como candidato a vereador ou prefeito.

Atualmente o partido conta com 2 prefeitos em seu quadro. Adriano Silva, prefeito de Joinville, maior cidade do estado de Santa Catarina. Ele foi eleito pelo NOVO em 2020 com 145.269 votos (55,43%) e tem como sua vice Rejane Gambin, também do NOVO. Assim como Luís Eduardo Falcão, prefeito de Pato de Minas (MG). Ele teve passagem pelo NOVO antes, mas foi um dos que não pode concorrer pelo partido devido às regras rígidas em 2020. Falcão acabou sendo candidato pelo Podemos, mas retornou ao NOVO em dezembro de 2022. O partido também conta com 29 vereadores em seus quadros, incluindo o vereador Ale Ferraz (Governador Valadares), que somou forças na última semana.

Leia também:  NOVO aciona Justiça e TCU para barrar arroz estatal

Critérios

Em comunicado enviado a filiados, o partido disse que “desta vez, todos terão a chance de levar o NOVO para o seu município, e o sucesso do projeto dependerá exclusivamente da capacidade local de mobilizar pessoas alinhadas e recursos financeiros para a manutenção das campanhas e da estrutura partidária”.

O partido estabelece alguns critérios para que um município possa ter candidatura do partido. Pelo menos 50% da nominata máxima possível para vereador aprovada e certificada pelo NOVO, sendo respeitada a proporcionalidade da cota de gênero. Além de ter pelo menos três filiados aptos e certificados pelo NOVO para ocupar cargos de dirigentes partidários. É necessária arrecadação mínima, por meio de doações ou eventos, para arcar com os custos básicos da estrutura partidária e da campanha eleitoral.

Leia também:  NOVO aciona Justiça e TCU para barrar arroz estatal

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?