fbpx

Após pressão, Amoêdo anuncia saída do NOVO

Fundador e ex-presidente da sigla, Amoêdo também concorreu ao Palácio do Planalto em 2018

Principal fundador do Partido Novo, João Amoêdo anunciou oficialmente nesta sexta-feira (25) sua saída da sigla.

Em mensagem publicada nas redes sociais, o empresário noticiou a decisão com “muito pesar”. Ele já estava com a filiação suspensa devido a um processo no Conselho de Ética da sigla.

Desde que declarou apoio a Lula (PT) no segundo turno das eleições presidenciais, a pressão pela saída de Amoêdo aumentou.

Segundo ele, o “NOVO, fundado em 2011 e pelo qual trabalhamos por mais de 10 anos, não existe mais”. Nos últimos dias, e antes do anúncio, Amoêdo também bloqueou diversos parlamentares do NOVO e alterou sua URL nas redes sociais.

“Ao longo dos últimos 33 meses, sob a atual gestão, o NOVO foi sendo desfigurado e se distanciou da sua concepção original de ser uma instituição inovadora que, com visão de longo prazo, sem culto a salvadores da pátria, representava a esperança de algo diferente na política”, desabafou.

O ex-presidente do partido também destacou que, entre o que mudou do partido original, estão “coligações apenas por interesses eleitorais”.

“O partido, mesmo com o péssimo desempenho eleitoral, com a perda de milhares de filiados, a saída de inúmeros dirigentes, não esboça qualquer sinal de retomar o caminho original”, pontuou.

Amoêdo afirmou, no entanto, que sua saída da sigla “em nada muda a vontade de ajudar o Brasil”.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?