fbpx

Amoêdo critica coligação do NOVO com o PP em Minas

Fundador do NOVO e ex-candidato à presidência pela sigla fez duras críticas ao Progressistas e afirmou que aliança macula a imagem do partido

Principal fundador do Partido Novo, João Amoêdo criticou nas redes sociais neste sábado (23) a coligação do NOVO com o PP em Minas Gerais.

Como noticiado pelo Boletim da Liberdade, o partido decidiu autorizar os diretórios de MG e DF a formarem coligações.

Na avaliação de Amoêdo, a respectiva coligação “será um marco no processo de destruição do partido, na forma e nos objetivos com os quais ele foi concebido”.

O político destacou que o Progressistas é o “partido com o maior número de investigados na Lava Jato, da base aliada do governo Bolsonaro e apoiador de sua reeleição” e que, por isso, “nada condiz com o discurso e o propósito da fundação do NOVO de inovar a política’.

Leia também:  Grávida, Marina Helena sofre ataques da esquerda após colocar bebê para ouvir discurso de Milei

Ex-candidato à presidência da República em 2018, Amoêdo criticou ainda os dirigentes partidários que aprovaram a medida. Segundo eles, o gesto “joga no lixo os princípios e valores da instituição e maculam a imagem do partido”.

Amoêdo também afirmou que enviou uma série de questionamentos ao “Fale Conosco” da sigla, mas não recebeu qualquer resposta.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?