fbpx

Apenas 17 deputados votam contra PEC que amplia gastos: veja quem são

Apelidada de "PEC Kamikaze", medida tem encontrado resistência de liberais, que alertam sobre risco às contas públicas

A Câmara dos Deputados aprovou em segundo turno nesta quarta-feira (13) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que cria o estado de emergência no país.

Na prática, a medida permite furar o teto de gastos e ampliar benefícios sociais, o que tem sido acusado por opositores como medida populista.

Ao todo, são estimados R$ 41,25 bilhões a mais no orçamento até o fim do ano. Dentre os programas previstos, estão ajuda financeira a caminhoneiros, taxistas e pessoas de baixa renda.

Ao todo, foram 468 votos favoráveis, 17 votos contrários e 2 abstenções. Apenas o NOVO indicou voto contra. Podemos, Solidariedade, Patriota e PTB não tiveram posição. A orientação do Avante foi pela abstenção. Os demais partidos indicaram voto favorável.

Leia também:  Zema recebe medalha na Câmara por gestão em MG
Foto: Reprodução

 

Com a aprovação em segundo turno na Câmara, a PEC irá à promulgação. Apenas 17 deputados federais votaram contra a proposta. Confira, abaixo, a listagem:

NOVO

– Adriana Ventura (NOVO-SP)
– Alexis Fonteyne (NOVO-SP)
– Paulo Ganime (NOVO-RJ)
– Tiago Mitraud (NOVO-MG)
– Vinicius Poit (NOVO-SP)
– Marcel van Hattem (NOVO-RS)
– Lucas Gonzalez (NOVO-MG)
– Gilson Marques (NOVO-SC)

União Brasil

– Bozzella (União Brasil-SP)
– Felipe Rigoni (União Brasil-ES)
– Kim Kataguiri (União Brasil-SP)
– Professora Dayane (União Brasil-BA)

PSD

– Marcelo Calero (PSD-RJ)

PT

– Frei Anastacio Ribeiro (PT-PB)

PSC

– Guiga Peixoto (PSC-SP)

PSDB

– Joice Hasselmann (PSDB-SP)
– Pedro Cunha Lima (PSDB-PB)

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?