fbpx
PUBLICIDADE

EUA: conservadores agora querem leis nacionais contra o aborto

Há a defesa de novas normas nacionais que proíbam ou afetem a prática, além da movimentação para a revisão de outros direitos que foram classificados como constitucionais
Congresso dos Estados Unidos (Foto: Pixabay)
PUBLICIDADE

Após a decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos de rever um entendimento de 49 anos sobre o direito constitucional ao aborto – medida que permitirá com que os estados proíbam a prática -, parlamentares conservadores e ativistas antiaborto buscam agir em novas frentes pelo tema. [1]

PUBLICIDADE

De acordo com o publicado neste domingo (26) no jornal “The Washington Post”, “ativistas antiaborto estão buscando capitalizar o momento para defender que o Congresso aprove uma proibição nacional, proíba pílulas abortivas e limite a possibilidade de se abortar além das fronteiras estaduais”.

Assine o Boletim da Liberdade para continuar lendo

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes. Caso você já seja um assinante, clique em "Minha Conta" ou no botão "Login" e coloque seu e-mail de assinante.

PUBLICIDADE

Assine

Assine o Boletim da Liberdade
e tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos.
Compartilhe essa notícia:

APOIO

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?