fbpx
PUBLICIDADE

Gabriel Monteiro sai chorando da Câmara Municipal, diz jornalista

Segundo Berenice Seara, o vereador-youtuber alvo de denúncias teria sido aconselhado a renunciar para evitar inelegibilidade após cassação
Foto: Divulgação/Câmara Municipal do Rio de Janeiro
PUBLICIDADE

A jornalista Berenice Seara, do jornal “Extra”, do Rio de Janeiro, afirmou nesta quarta-feira (6) que o vereador Gabriel Monteiro saiu chorando da Câmara Municipal após uma reunião realizada com colegas vereadores.

PUBLICIDADE

Acuado com um conjunto de denúncias vindas à tona nas últimas semanas que incluem desde suposto sexo com menores, manipulação nos vídeos publicados a suposto assédio contra ex-assessores, Monteiro teria decidido procurar outros parlamentares após ter sido aprovada uma representação contra ele no Conselho de Ética da Casa.

De acordo com Seara, “em uma conversa reservada, ele foi avisado [pelos demais vereadores] de que sua melhor chance é a renúncia”.

PUBLICIDADE

Como ela ainda está sendo avaliada pela Comissão de Justiça e Redação, que observará sua legalidade, Monteiro teria, assim, poucos dias para pedir a renúncia e evitar a inelegibilidade dado que, segundo a jornalista, a cassação do parlamentar no Plenário seria “certa”. A sugestão de renunciar teria levado Monteiro às lágrimas.

Leia também:  RJ: Ex-candidato do NOVO é citado em debate e Ganime é destaque no Google

Contexto

Recém-filiado ao PL, Monteiro planejava candidatar-se a deputado estadual nessas eleições.

Devido a sua popularidade nas redes sociais, a expectativa é que ajudaria a sigla a formar uma importante bancada na ALERJ.

PUBLICIDADE

Desde o início das denúncias, o Boletim da Liberdade tentou reiteradas vezes estabelecer contato com a equipe do parlamentar para pedir uma entrevista, mas não obteve sucesso.

O vereador ganhou projeção a partir de 2019 reproduzindo a estratégia de conteúdo no YouTube de Arthur do Val, o “Mamãe Falei”.

Inicialmente ligado ao MBL, o então influenciador desligou-se do movimento e se aproximou do presidente Jair Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Nas redes sociais, entre outros tipos de conteúdos, passou a se destacar por polêmicas “vistorias” em hospitais e postos de atendimentos, “experimentos sociais” e entrevistas com populares.

Compartilhe essa notícia:

APOIO

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?