fbpx

Lula volta a falar em ‘regular a internet’

Em entrevista concedida a uma rádio, ex-presidente sugeriu buscar modelos de regulamentação ao redor do mundo e pediu imprensa plural

O ex-presidente Lula voltou a falar em regulamentação da internet em entrevista concedida na última quarta-feira (9) ao jornalista Rhaldney Santos, da Rádio Clube de Pernambuco. As declarações também foram transmitidas ao vivo nas redes sociais. [1]

Na entrevista, Lula disse que “não pode regulamentar a imprensa escrita”, mas mencionou a regulamentação da internet e da televisão como necessárias.

“É preciso que haja regulamentação da imprensa. Você não pode regulamentar a imprensa escrita, mas você tem a internet para regular, você tem um sistema de televisão… a última regulação do Brasil foi de 1962. Então o que você quer regular? Você quer estabelecer determinadas regras de civilidade nos meios de comunicação”, disse.

Leia também:  Lula faz primeira viagem internacional de 2024, nesta terça (12)

O ex-presidente também destacou que não quer impor qualquer tipo de censura, pois ele mesmo, supostamente, seria vítima de censura de veículos de comunicação.

“Eu quero liberdade de imprensa, liberdade com L maiúsculo, liberdade para a imprensa falar o que quer. Mas a imprensa que respeita o direito de resposta, liberdade para a imprensa não criar um pensamento único, [mas sim] um pensamento plural. Ela tem que colocar o que pensa a sociedade. O jornal e a revista que escrevam o que quiser, essa não vai ter nenhuma regulação, mas você nao pode deixar a internet virar uma fábrica de mentiras, uma fábrica de fake news, uma fábrica de provocações”, destacou.

O petista também afirmou que quer buscar inspiração em modelos de outros países algum “que tenha mais liberdade e mais condições de ser saudável para a sociedade”.

Leia também:  Lula deixa Hamas orgulhoso e se afasta de Israel, após fala na Etiópia

O tema, como se sabe, desperta dúvidas e controvérsias. Liberais costumam observar que ex-aliados internacionais do petista utilizaram do mesmo pretexto da regulamentação para silenciar vozes críticas ao governo.

Assista abaixo a declaração a partir dos 58 minutos:

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?