fbpx

Sindicatos de servidores agendam protestos por reajuste de 28%

Protestos devem acontecer nesta terça (18); manifestantes pretendem aguardar reação do governo federal para avaliar volta às ruas em fevereiro

Diferentes entidades sindicais de servidores públicos agendaram protestos para esta terça-feira (18) por reajustes salariais. O valor que será reivindicado é de um reajuste de 28,15%, apelo fortalecido pela decisão do governo Bolsonaro de prometer aumento apenas para policiais. [1]

Segundo a Folha, representantes da elite do funcionalismo tiveram a iniciativa de estabelecer essa meta, que ainda não é consensual entre as outras categorias. O ministro da Economia Paulo Guedes avalia que, a cada ponto percentual adicionado, estima-se um aumento de custo de R$3 bilhões aos cofres públicos.

Se os sindicatos obtiverem o aumento de 28,15%, o aumento dos gastos governamentais seria de R$84,45 bilhões, com o Orçamento de 2022 prevendo apenas R$1,7 bilhão. Os manifestantes pretendem aguardar uma resposta do governo após o protesto até o começo de fevereiro, quando podem retomar os atos em caso de Jair Bolsonaro.

Leia também:  Bolsonaro pode ser preso? Juristas explicam

Os organizadores estão cautelosos quanto aos números esperados devido ao aumento de casos de covid-19 com a variante ómicron e ao período de férias. O presidente do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado, Rudinei Marques, por exemplo, previa um ato com mil pessoas em Brasília, mas reduziu a expectativa.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?