fbpx
PUBLICIDADE

Em viagem à Europa, Lula fala em necessidade de ‘regulamentar a internet’

Ex-presidente brasileiro está em viagem à Europa onde se encontrou com líderes europes como Emmanuel Macron e Pedro Sánchez
Foto: Reprodução/YouTube
PUBLICIDADE

Um dos favoritos para a eleição presidencial de 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a falar sobre regulamentação da comunicação – desta vez, mais precisamente, das redes sociais. [1]

PUBLICIDADE

Em entrevista ao jornal “Socialists and Democrats”, o político brasileiro, que está em viagem à Europa, disse que é preciso “colocar um parâmetro” no tema.

“No Brasil, nós temos um presidente que conta cinco mentiras por dia através das redes sociais. Mas isso não nega a democracia; isso só nos alimenta da necessidade de vivermos mais democraticamente porque nós vamos ter que regulamentar as redes sociais. Nós vamos ter que regulamentar a internet. Vamos ter que colocar um parâmetro. Uma coisa é você colocar um meio de comunicação para você informar, para você educar; outra coisa é para fazer maldades, outra coisa é para contar mentiras. Outra coisa é para causar prejuízos à sociedade”, disse.

PUBLICIDADE

Leia também:  Lula não entende o básico de democracia, diz Livres

Com críticas à eleição de Donald Trump, o petista afirmou ainda que a regulamentação serviria “para que alguns espertos e maldosos não tentem virar dono da humanidade através da manipulação dos algoritmos” e criticou que, segundo ele, muitas empresas não pagam impostos nos países em que atuam, estando sediadas em paraísos fiscais.

“Essa gente tem que ter responsabilidade, precisa ter responsabilidade para não permitir que a maldade seja veiculada para causar mal às pessoas. Você pega a internet e você vê pessoas orientando a outra para se matar, você pega ensinando a fazer muitas maldades, e isso tem que ser proibido e os donos dos aplicativos têm que tomar conta disso. Então eu acho que a esquerda não tem que ter medo de debater esses temas por mais difíceis que eles pareçam”, afirmou Lula. [2]

Leia também:  Caso Tríplex: Sérgio Moro defende imprescritibilidade para corrupção

Nesta semana, Lula chegou as e encontrar com o presidente francês, Emmanuel Macron, no Palácio Eliseu, em Paris; e com o premiê espanhol, Pedro Sánchez, no Palácio Moncloa, em Madri. [3]

Assista no vídeo abaixo o trecho da entrevista em que o brasileiro defendeu a necessidade de regulamentação da internet:

Compartilhe essa notícia:

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

MARCAS APOIADORAS

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?