fbpx
PUBLICIDADE

Brasil começa a acolher juízas afegãs fugitivas do Talibã

Ao todo, 30 afegãos já chegaram ao país e devem buscar o pedido oficial para se tornarem refugiados definitivos; associações de magistrados auxiliaram o processo
Desespero no Aeroporto de Cabul, no Afeganistão (Foto: Reprodução/Vídeo)
PUBLICIDADE

O Brasil começou a receber, no final de outubro, um conjunto de magistradas afegãs que fugiram do país do Oriente Médio com a tomada de poder do grupo radical Talibã. [1]

PUBLICIDADE

Ao todo, segundo a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), foram mais de 26 cidadãos – afegãs e seus maridos – que já desembarcaram no país. Eles ficarão inicialmente em Brasília e buscarão o pedido de refúgio definitivo no país. [2]

O resgate das magistradas ocorreu em operação sigilosa que contou, de acordo com o jornal “O Globo”, com o apoio de organizações como a Associação de Magistrados do Brasil (AMB) e da Associação Internacional de Juízas. A Fundação Banco do Brasil também está recolhendo recursos para auxiliar as magistradas.

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

MARCAS APOIADORAS

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?