fbpx
PUBLICIDADE

Lula muda discurso e diz que regulação da mídia é decisão legislativa

Ex-presidente havia dito que regulamentaria os meios de comunicação, mas destacou nesta sexta-feira (8) que o foco são os meios digitais e que Congresso precisa discutir o assunto
Lula (Foto: Divulgação)
PUBLICIDADE

O ex-presidente Lula, cotado para ser o nome de seu Partido dos Trabalhadores a disputar o Planalto no ano que vem, mudou seu discurso em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (8). Poucas semanas depois de dizer que regularia os meios de comunicação, ele declarou que uma decisão dessa natureza caberia ao Congresso. [1]

PUBLICIDADE

“O que se propõe é que em algum momento da história do Congresso Nacional esse tema pode ser debatido. Esse não é um tema do presidente da República, é um tema do Congresso Nacional”, ele afirmou. O projeto de regulação fazia parte do programa de campanha de Fernando Haddad pelo mesmo partido em 2018.

Leia também:  Ministro faz reclamação sobre corte de orçamento em sua pasta

Lula concentrou sua argumentação nos veículos que atuam nos meios digitais. “Eu não sei por que tanta polemização, sobretudo o digital. Jornais e revistas nunca poderão ser regulamentados porque, primeiro, dependem do dono escrever e, segundo, depende do Congresso Nacional”, sustentou.

PUBLICIDADE

Na mesma coletiva, Lula responsabilizou a imprensa pela construção do nome do ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro, que o julgou no âmbito da Operação Lava-Jato. Para o líder petista, Moro é “um deus de barro criado pela imprensa”. Já sobre outro possível adversário, o pedetista Ciro Gomes, Lula disse que ele o ajudou a governar e que nunca falaria mal dele. [2]

Lula também se defendeu das críticas de que o PT não estaria realmente interessado no impeachment de Jair Bolsonaro: “é uma insanidade. Não é a Gleisi (Hoffmann, presidente do partido) que coloca isso em votação, é o Arthur Lira que tem que colocar. A Gleisi está até magrinha de tanto gritar fora Bolsonaro”, declarou. [3]

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?