fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaristas lamentam nota do presidente nas redes sociais

Influenciadores ligados ao presidente, como Allan dos Santos, alvo do inquérito das fake news, escreveram o termo "Game Over" (fim de jogo) para classificar a nota em tom mais apaziguador
(Foto: Reprodução)
PUBLICIDADE

A nota apaziguadora do presidente Jair Bolsonaro divulgada na tarde desta quinta-feira (7) deixou decepcionados os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mais radicais.

PUBLICIDADE

Entre eles, o blogueiro Allan dos Santos, que repetiu, juntamente com outros influenciadores, o termo “Game Over” (fim de jogo) após a divulgação do texto. [1]

“A nota do Temer foi para mostrar que o povo não deve exercer seu poder diretamente. Não votei no Temer”, disse Allan dos Santos. A nota tem sido atribuída à influência do ex-presidente no Planalto. [2]

PUBLICIDADE

Outro que se lamentou pelo tom da nota – e também usou o bordão – foi o economista Rodrigo Constantino.

“Dia 7: multidão nas ruas com pauta patriótica condenando o arbítrio. Dia 9: Bolsonaro elogia China como essencial e pede desculpas ao STF. Game over”, escreveu. [2]

Logo na sequência, Constantino fez uma comparação sobre a utilização de armas e a coragem, o que poderia ser uma analogia à situação de Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Leia também:  Fusão de dois partidos pode criar maior agremiação partidária do Brasil

“Meu pai sempre me disse sobre ter armas: filho, se sacar, tem que estar disposto a puxar o gatilho. Eu tenho uma pistola pois sei que puxaria o gatilho para proteger minha propriedade e minha família. Mostrar arma e não atirar, ou puxar um revólver sem bala, isso é mortal”, pontuou no Twitter. [3]

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro, o perfil do site conservador “Senso Incomum” (mantido pelo ativista Flavio Morgenstern) afirmou que “Bolsonaro acaba se (sic) enviar a esperança do povo brasileiro no c*”. A mensagem foi republicada por Allan dos Santos. [4]

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama