fbpx
PUBLICIDADE

MBL não quer manifestações do dia 12/9 com ativistas de verde e amarelo

Grupo que tradicionalmente se vestia com as cores do Brasil definiu uma nova cor para os atos pró-impeachment de Bolsonaro
Manifestação do MBL no Rio de Janeiro em 2015 (Foto: Reprodução / Facebook MBL)
PUBLICIDADE

O Movimento Brasil Livre (MBL) divulgou em suas redes sociais na noite desta terça-feira (7) que não quer que nos protestos programados para o próximo domingo (12) em defesa do impeachment de Jair Bolsonaro os ativistas vistam verde e amarelo. [1]

PUBLICIDADE

A orientação, agora, é que os manifestantes compareçam aos atos de branco.

Após as manifestações pró-Bolsonaro desta terça (7), Renan Santos, estrategista do MBL, ressaltou em suas redes sociais que espera a presença nos protestos pró-impeachment até dos que não simpatizam com a entidade.

PUBLICIDADE

“Recado aos que não simpatizam com o MBL, ou são de esquerda: esteja conosco na paulista 12. Serão bem vindos para virarmos o jogo. É hora de vencermos”, pontuou. [2]

Leia também:  Mobilizadores do dia 12/9 querem participação 'de todos os partidos'

Apesar das diferentes reações sobre as dimensões das manifestações desta terça (7) pró-governo, há o entendimento que foram numerosas e darão trabalho para serem superadas.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama