fbpx
PUBLICIDADE

Com críticas ao NOVO, deputado anuncia saída do processo seletivo

Um dos nomes de maior oposição à Jair Bolsonaro na sigla, Heni Ozi Cukier é deputado estadual pelo NOVO de São Paulo e queria uma vaga para disputar ao Senado em 2022
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O deputado estadual Heni Ozi Cukier (NOVO/SP) anunciou no fim da tarde desta quarta-feira (11) que se retirou do processo seletivo do Partido Novo para a disputa por uma vaga no Senado Federal.

PUBLICIDADE

Em texto publicado nas redes sociais, o parlamentar afirmou que não vê “a mínima coesão necessária no partido para levar adiante o projeto de país que o NOVO sempre propôs”.

Por outro lado, o político disse “que o projeto para representar São Paulo no Senado continua”.

PUBLICIDADE

Perguntado pelo Boletim da Liberdade se a mensagem representaria um anúncio de desfiliação, a assessoria de comunicação do parlamentar desconversou. “Trocas partidárias só acontecem em janelas”, disse. [1]

Heni Ozi Cukier é um dos parlamentares da sigla mais críticos ao governo Jair Bolsonaro.

Repercussão

O anúncio de Heni Ozi Cukier de sair do processo seletivo com críticas à falta de coesão do partido foi celebrado por nomes como Kim Kataguiri (DEM/SP).

PUBLICIDADE

Leia também:  Presidente do Senado toma decisão sobre MP da Internet

“Parabéns pela decisão firme, Heni! Siga em frente, está fazendo um excelente trabalho”, escreveu o parlamentar, ligado ao MBL. [2]

Principal estrategista do movimento, Renan Santos avaliou em suas redes sociais que Heni “se junta ao bando de exilados, perdidos e sem partido, emissora e jornal”.

“A construção de um caminho alternativo liderada por Amoêdo foi sabotada pelo guedismo ‘liberal’ e pelos oportunistas”, reclamou. [3]

Fundador da sigla, João Amoêdo, por sua vez, lamentou a saída de Heni Ozi Cukier, já pontuando que sua saída do partido é dada como certa.

PUBLICIDADE

“Lamento que o NOVO perca um quadro como o Heni. Possui uma excelente visão política e atuação parlamentar destacada, alinhada com os princípios e valores do partido”, reclamou. [4]

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama