fbpx
PUBLICIDADE

Deputados ingressam no Supremo sobre processo que aprovou o fundão

Na avaliação do conjunto de deputados e de um senador, processo não respeitou o trâmite de deliberação e discussão que deveria ter sido seguida
Plenário da Câmara dos Deputados (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
PUBLICIDADE

Um conjunto de parlamentares ingressou com um mandado de segurança (MS 38079) no Supremo Tribunal Federal para suspender a sessão que aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias que culminou no aumento do fundão.

PUBLICIDADE

A iniciativa é subscrita pelos deputados federais Daniel Coelho (Cidadania/PE), Vinicius Poit (NOVO/SP), Felipe Rigoni (PSB/PE), Tabata Amaral (sem partido/SP), Tiago Mitraud (NOVO/MG) e Adriana Ventura (NOVO/SP) e pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania/SE).

Na peça, o advogado Irapuã Santana, que representa os parlamentares, sustenta que “a forma como ocorreu a inserção desse aumento no chamado Fundo Eleitoral não seguiu os trâmites constitucionais previstos no processo legislativo”, destacando que “não houve atendimento a um prazo razoável de liberação quanto a uma mudança tão impactante”.

PUBLICIDADE

Leia também:  Kataguiri diz sentir 'cheiro de um acordo' sobre não reeleição de Bolsonaro

“Ora, como 594 pessoas conseguem analisar, discutir e votar, em um único dia, 2.663 emendas parlamentares? É simplesmente impossível. É uma ficção para fingir que se fez cumprir a Constituição”, diz a peça.

Ao fim, os parlamentares pedem a concessão de uma medida liminar para que “sejam anuladas as votações”, visando que seja “realizada a devida deliberação do projeto, com a respectiva proibição de aumento do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, enquanto perdurar a pandemia”.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?