fbpx
PUBLICIDADE

Rubinho Nunes se filia ao PSL e sugere caminho para políticos do MBL

Vereador de São Paulo disse que partido lhe garantiu liberdade para atuação e que um dos desafios é "afastar todo resquício do bolsonarismo que ainda insiste em parasitar a agremiação"
Rubinho Nunes (Foto: Reprodução / Youtube)
PUBLICIDADE

O vereador Rubinho Nunes, de São Paulo, um dos principais nomes ligados ao Movimento Brasil Livre (MBL), anunciou nesta quarta-feira (23) sua ida para o PSL.

PUBLICIDADE

A sigla, que abrigou Jair Bolsonaro nas eleições de 2018, tem se afastado do bolsonarismo e, recentemente, até de desafetos do MBL, como Joice Hasselmann (PSL/SP), que pediu à Justiça sua desfiliação.

Segundo Rubinho, nas redes sociais, o partido lhe garantiu “ampla liberdade e total independência para atuar” e que sua migração será uma forma de “pavimentar o caminho” para a candidatura do deputado Arthur do Val, o “Mamãe Falei”, para governador em 2022.

PUBLICIDADE

“Dentro do PSL, ocuparemos espaços internos para reestruturar o partido. Nesse sentido, uma de nossas principais tarefas é afastar todo resquício que ainda insiste em parasitar a agremiação. Traremos quadros como o deputado Kim Kataguiri e demais apoiadores do MBL”, escreveu. [1]

Atualmente, o partido é comandado no Estado de São Paulo pelo deputado federal Junior Bozella (PSL/SP). Uma vez confirmado o movimento de “incorporação” dos quadros do MBL, o PSL poderá repetir o que ocorreu em 2020 com o Patriota, que abrigou as candidaturas de Arthur do Val e de outros ativistas do movimento.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama