fbpx
PUBLICIDADE

Liberais denunciam hipocrisia sobre vaga do PSOL no regime de pessoa jurídica

Deputados alinhados a valores liberais relembraram que partido se manifestou contrário à reforma trabalhista e que sigla frequentemente critica a chamada 'pejotização'
Guilherme Boulos: falas pausadas, olhos arregalados e eloquência não foram suficientes para lhe fazer chegar a 1% dos votos (Foto: Reprodução/Facebook)
PUBLICIDADE

Uma oferta de vaga do PSOL do Rio de Janeiro ganhou as redes sociais. É que o partido socialista, defensor da CLT, abriu uma vaga para comunicação no modelo de contratação de Pessoa Jurídica.

PUBLICIDADE

O deputado federal Marcel van Hattem (NOVO/RS) foi um dos que ironizaram a medida. “CLT psó pros outros: no PSOL, a pejotização tá bombando!”, brincou.

Kim Kataguiri (DEM/SP) também mencionou o anúncio e relembrou o posicionamento contrário da sigla de Guilherme Boulos (PSOL) na reforma trabalhista.

PUBLICIDADE

“PSOL na reforma: querem acabar com a CLT e precarizar as condições de trabalho da população. PSOL hoje: ‘PSOL Carioca abre edital para vaga na comunicação com regime PJ/MEI'”, disse. [2]

Quem também fez questão de comentar o anúncio foi o deputado estadual Alexandre Freitas (NOVO/RJ). “PSOL é o partido mais coerente do Brasil. Afinal de contas, eles mantém a mesma postura hipócrita de sempre”, debochou.

“Os caras contratam por MEI porque sabem que a CLT é horrível. É bizarro demais eles votarem contra a reforma trabalhista, pedirem mais Estado nas relações trabalhistas e ao mesmo tempo fugirem de todo esse mar regulatório que eles apoiam. A mensagem é clara: PJ para mim, CLT para vocês; mais liberdade para mim, mais Estado para vocês. O golpe tá aí, cai quem quer!”, provocou.[1]

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama