fbpx
PUBLICIDADE

Biden revoga decreto de Trump que poderia banir o TikTok dos EUA

Republicano havia decretado medidas que poderiam proibir a operação de aplicativos chineses até setembro, mas ordens foram barradas na Justiça
Foto: Divulgação/White House
PUBLICIDADE

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, determinou a reversão de uma decisão do presidente Donald Trump que previa o banimento de aplicativos chineses como o TikTok e o WeChat do país.

PUBLICIDADE

A nova medida não implica o fim das investigações sobre o uso de dados dos aplicativos, que está sendo feita pelo Departamento de Comércio dos Estados Unidos.

Na ordem de Trump, os apps só não seriam banidos se fossem controlados por empresas norte-americanas até o dia 15 de setembro. O banimento não chegou a ocorrer por causa de decisões favoráveis aos aplicativos obtidas na justiça.

PUBLICIDADE

De acordo com o divulgado pelo G1, Oracle e Walmart foram algumas das companhias que chegaram a iniciar linhas de negociação com os chineses, mas as conversas acabaram interrompidas com a vitória do democrata.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?