fbpx
PUBLICIDADE

Texas caminha para facilitar ainda mais o porte de armas de fogo

Estado norte-americano governado pelos republicanos deve aprovar nova lei que reduz requisitos mínimos para se obter uma licença para portar arma de fogo nas ruas
Nos Estados Unidos, existem estados que permitem que os cidadãos carreguem suas armas ostensivamente nas ruas: o chamado Open Carry Law. (Foto: Revista Brasilianas)

O Estado do Texas, nos Estados Unidos, está prestes a ver sancionada uma nova legislação que facilite ainda mais o porte de armas. A informação foi revelada pelo site do jornal “El País”.

De acordo com a publicação, o governador republicano Greg Abott já deu indicativos de que deve sancionar o projeto de lei HB1927, já aprovado pelo congresso estadual, que reduz os requisitos mínimos para a licença.

Na proposta, bastaria ter 21 anos de idade para se obter a licença, não sendo mais exigida a comprovação de curso com seis horas práticas, exame escrito e prova de tiro. O Estado, por outro lado, disponibilizaria de forma gratuita um curso online sobre o tema.





Apesar da medida, a lei também endureceria as penas para os cidadãos que estiverem portando armas de forma irregular, não preenchendo requisitos mínimos, como não ter antecedentes criminais ou com histórico de episódios de violência doméstica.

A medida surge em meio a expectativas de novas leis de ordem federal, por parte do governo democrata de Joe Biden, que crie mais limitações à aquisição e ao porte de armas de fogo.

O Texas é um dos estados mais liberais no que se refere ao porte. Embora exija a licença, é permitido, inclusive, o porte público (“open carry”) de armas de mão (pistolas e revólveres) no coldre ou no cinto. [1][2]

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama